13 de set de 2014

"O CRIME DO POÇO"

História real. São Paulo. 1948. O professor de química da USP Paulo Camargo manda construir no quintal de casa um poço, por motivos desconhecidos. No dia seguinte, sua família, (mãe e duas irmãs) que morava com ele, desaparece. Suspeito de assassiná-la, Paulo recebe uma visita da polícia que começa a investigar o poço atrás de possíveis corpos. De repente, escutam um tiro vindo da casa. Encontram então o corpo do professor, ele havia cometido suicídio. São encontrados também os corpos das moças, dentro do poço. O bombeiro que as achou morre de infecção cadavérica. Nesse local é construído um prédio comercial, chamado EDIFÍCIO JOELMA. O prédio, que vivia com fama de mal-assombrado, pegou fogo em 1974 e não há certeza sobre a causa do incêndio, que matou 191 pessoas. Até hoje, o local é considerado "amaldiçoado".

Nenhum comentário:

Postar um comentário